EP 003 – Como posso lidar com o Stresse?

Afinal, o que é o Stresse? O que ele representa para cada um de nós? Existem duas definições intrínsecas para o Stresse:

(A) A soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos externos (estressores) e que permitem ao indivíduo superar determinadas exigências do meio ambiente;

(B) O desgaste físico e mental causado por esse processo.

[Fonte: wikipedia]

 

Oiça com muita atenção a este episódio:

Ferramenta de avaliação do Stresse – (Cortesia da Stress Management Society)

Atribua a cada frase um número entre 1 (é sempre o seu caso) e 5 (nunca é o seu caso), consoante a exactidão de cada frase para descrever o seu estilo de vida actual.

1 2 3 4 5
Tenho sete a oito horas de sono diário, pelo menos quatro vezes por semana
Faço exercício até transpirar pelo menos duas vezes por semana
Tomo menos de cinco bebidas alcoólicas por semana
Tenho o peso adequado à minha altura
Bebo menos de duas chávenas de café (ou chá ou Coca-Cola) por dia
Tenho um ou mais amigos com os quais posso trocar confidências sobre assuntos pessoais
De um modo geral, gozo de boa saúde
Consigo falar abertamente sobre os meus sentimentos quando estou zangado ou preocupado
Tenho alguma diversão pelo menos uma vez por semana
Reconheço sempre os sintomas do stresse
Tiro um tempo de sossego para mim durante o dia
Passo menos de uma hora por dia a deslocar-me
para o trabalho e para casa
Nunca ando a correr durante o dia
Nunca me sinto desorganizado e descontrolado
Consigo organizar o meu tempo de maneira eficaz
SUBTOTAL menos 15 = TOTAL
Para obter a sua pontuação, some os números e, depois, subtraia 15. Qualquer valor acima de 7 indica vulnerabilidade ao stresse. É gravemente vulnerável se a sua pontuação se situar entre 20 e 45 e extremamente vulnerável se a pontuação estiver acima de 45. A sua saúde e bem-estar estão gravemente ameaçados.

CLIQUE AQUI PARA LER TODA A TRANSCRIÇÃO DESTE EPISÓDIO

“Stresse é ser quem tu pensas que devias ser. Descontracção é ser quem tu és realmente .”

Provérbio chinês.

 

Comé, tudo fixe? “Epah, ando bué stressado! O meu Boss está sempre a me chatear!!!”  Essa é a resposta frequente. As sondagens indicam que 40% das pessoas se sentem sob pressão constante, estão sempre atrasadas e lutam para manter o controlo das coisas. Desta forma o stresse aumenta; e devido a ele, perdem-se milhões de dias de trabalho; dando origem a uma indústria milionária para o combater. Provavelmente, já o sentimos hoje pelo menos uma vez. É como se uma força invisível se tivesse infiltrado em nós e crescesse constantemente. O Stresse tornou-se tão normal que o aceitamos como se fosse parte da nossa vida. Tanto que, se estivermos com uma pessoa que se mostre fresca e relaxada, podemos ser levados a pensar «Mas o que se passa com ela?». Felizmente, durante uma ou duas semanas por ano podemos pôr o stresse de lado porque as férias estão aí. Sentamo-nos à beira de uma piscina ou do mar e puff – acabou-se o stresse até voltarmos a casa. Não vamos permitir que o emprego, as dívidas, a política familiar, ou seja lá o que for, tome conta de nós. Vamos afastar tudo isso da mente, relaxar e divertirmo-nos. E, quando regressarmos, vamos conservar essa encantadora memória das férias e não vamos permitir que regressemos a monótona rotina diária. Será que isto acontece consigo? Pode muito bem regressar das férias cheio de determinação, mas, sem dar por isso, o stresse volta a instalar-se e o leitor está de volta ao «normal» –  stressado e sem aquela sensação das férias.  Para avaliar o stresse a que está sujeito, aqui tem uma lista de verificação.

Até que ponto você é vulnerável ao stresse?

(Cortesia da Stress Management Society)

Atribua a cada frase um número entre 1 (é sempre o seu caso) e 5 (nunca é o seu caso), consoante a exactidão de cada frase para descrever o seu estilo de vida actual.

1 2 3 4 5
Tenho sete a oito horas de sono diário, pelo menos quatro vezes por semana
Faço exercício até transpirar pelo menos duas vezes por semana
Tomo menos de cinco bebidas alcoólicas por semana
Tenho o peso adequado à minha altura
Bebo menos de duas chávenas de café (ou chá ou Coca-Cola) por dia
Tenho um ou mais amigos com os quais posso trocar confidências sobre assuntos pessoais
De um modo geral, gozo de boa saúde
Consigo falar abertamente sobre os meus sentimentos quando estou zangado ou preocupado
Tenho alguma diversão pelo menos uma vez por semana
Reconheço sempre os sintomas do stresse
Tiro um tempo de sossego para mim durante o dia
Passo menos de uma hora por dia a deslocar-me
para o trabalho e para casa
Nunca ando a correr durante o dia
Nunca me sinto desorganizado e descontrolado
Consigo organizar o meu tempo de maneira eficaz
SUBTOTAL menos 15 = TOTAL
Para obter a sua pontuação, some os números e, depois, subtraia 15. Qualquer valor acima de 7 indica vulnerabilidade ao stresse. É gravemente vulnerável se a sua pontuação se situar entre 20 e 45 e extremamente vulnerável se a pontuação estiver acima de 45. A sua saúde e bem-estar estão gravemente ameaçados.

 

O que lhe provoca stresse?

Há duas coisas que provocam stresse:

  1. Não ter uma coisa que queremos;
  2. Ter uma coisa que não queremos.

 

Ponto 1. Não ter uma coisa que queremos

Deseja tanto ter uma coisa ao ponto de esse desejo dominar os pensamentos, mas não pode ter essa coisa? Essa casa, esse carro ou essas férias? Trabalhar menos horas, aquele emprego, o amante perfeito? A paz e a felicidade tranquilas ou simples bastariam. Concentrarmo-nos naquilo que não temos cria stresse. E não só, pois desencadeia também ansiedade, irritação, pesar, frustração, amargura, solidão, vergonha e culpa. A mente é como uma abelha enlouquecida incapaz de encontrar o néctar numa flor. O zumbido da abelha zangada está na sua obsessão, planeamento e empenho. Mas, quando obtém o que pretende, deixará de estar stressado.

Ponto 2. Ter uma coisa que não queremos

Ou tem alguma coisa que não queria: dívidas, uma má relação, demasiada responsabilidade, um emprego execrável? É o mesmo que não ter o que realmente queremos. Os pensamentos negativos mexem com as emoções, tal como um pau que agita um charco lamacento. Aqui está a prova disso. Se pensar numa coisa que tem, mas que não quer – vamos assumir que as dívidas são um problema – durante um minuto, tente acreditar que ganhou o prémio grande da lotaria. Passe esse minuto a planear como pagaria as dívidas e imagine-se a ir junto de cada credor com o dinheiro na mão e liquidar os pagamentos pendentes. Consegue sentir o alivio e a calma dentro do seu corpo onde estão as emoções? Ou talvez esteja doente. Então, passe o minuto a imaginar que está em boa forma e saudável. Consegue ver a diferença?

Fontes: Estudos da Stress Management Society; Livro – “A Vida é uma praia.”, de Alexandra Massey.

Espero que tenha sido do vosso agrado e que tenha inspirado a fazer uma introspectiva sobre como o stresse está presente e afecta a sua vida.

Caso ainda não tenha visto, receba no seu email o nosso ebook (livro eletrónico) grátis:   ”11 Hábitos de Sucesso dos Jovens Estudantes e Empreendedores“. Deixe abaixo o seu comentário, desta forma terei conhecimento da sua opinião.

Muito obrigada pela atenção.

“Tamu juntos!”

Abraço,

LV

PS: Mande esta informação para frente, partilhe pelas redes socias abaixo, e ajude alguém que possa beneficiar com esta informação!

Lisa Videira

Fundadora da Academia Nzoji, Bloguista, Palestrante Motivacional, Coach de Alto Rendimento/Produtividade e Atleta de Desportos Radicais.

Acredita que o sucesso não depende da sorte, mas sim de cada um de nós. Todos temos o potencial de realizar os nossos sonhos, basta construi-los.

Ver todas as publicações

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bibliografia

Lisa Videira

Fundadora da Academia Nzoji, Bloguista, Palestrante Motivacional, Coach de Alto Rendimento/Produtividade e Atleta de Desportos Radicais.

Acredita que o sucesso não depende da sorte, mas sim de cada um de nós. Todos temos o potencial de realizar os nossos sonhos, basta construi-los.

eBook Gratuito:

100% da sua privacidade garantida.

Publicidade

                    Faça o Download Gratuito do nosso eBook:

100% da sua privacidade garantida.